Você está aqui: Página Inicial > Contents > Menu > Sobre o PPGQ > Apresentação
conteúdo

Apresentação

por PPGQ publicado 26/05/2017 20h47, última modificação 26/05/2017 20h57
Visão geral, objetivos e histórico do PPGQ

VISÃO GERAL

O Programa de Pós-Graduação em Química (PPGQ) da UFPB teve início em agosto do ano de 1986 com o Mestrado em Química. Em 1999, foi criado o curso de Doutorado em Química. Ambos os cursos formam profissionais nas 4 áreas de concentração: Inorgânica, Analítica, Orgânica e Físico-Química. Desde a sua criação, foram concluídas 296 dissertações e 122 teses. Atualmente, estão matriculados 62 alunos de mestrado e 88 de doutorado. O PPGQ conta com 37 docentes, sendo 31 permanentes, dos quais 17 são pesquisadores do CNPq.

O Programa de Pós-Graduação em Química da UFPB atualmente possui conceito 5 na avaliação trienal 2010-2012 da CAPES (Mestrado/Doutorado).

Entre as linhas de pesquisa do PPGQ, estão: química dos materiais; química de coordenação e de organometálicos; química inorgânica biológica e medicinal; química medicinal; síntese, modelagem e caracterização de compostos orgânicos; petroquímica, biocombustíveis e lubrificantes; quimiometria; química quântica computacional; caracterização físico-química de biocombustíveis e alimentos; desenvolvimento de instrumentação, metodologias e sistemas automáticos de análise química; química ambiental.

Em termos de infraestrutura, existem à disposição de alunos e pesquisadores os seguintes equipamentos: difratômetro de raios-X, microscópio de força atômica, medidor de área superficial por adsorção de nitrogênio, espectrômetro de micro-Raman, sistemas de análise térmica (TG, DTA, DSC, PDSC), cromatógrafo a gás acoplado a um espectrômetro de massa, espectrofotômetros de UV-visível, espectrofotômetros de infravermelho, espectrômetro de emissão atômica em plasma induzido, colorímetro, moinho de alta energia, viscosímetro, absorção atômica; ICP-OES; HPLC; cromatógrafo a gás com FID, 02 clusters de computadores para realização de cálculos quânticos, workstations de alto poder de processamento de dados, leitor de placas ELISA, microcentrífuga refrigerada, RMNs de 60 MHz, 200MHz e 500MHz, etc.

 

OBJETIVOS DO PPGQ

O Programa de Pós-Graduação em Química da UFPB tem por finalidade a formação de recursos humanos na área de Química, em níveis de Mestrado e Doutorado, dando condições destes atuarem em Instituições de Ensino Superior, Centros de Pesquisa, Indústrias e Escolas de Ensino Médio. A formação desses profissionais é garantida pelo elenco de disciplinas oferecidas, pela qualidade, diversidade e contemporaneidade das pesquisas desenvolvidas, que tem levado a um crescente número de publicações em periódicos de qualidade, por parte do corpo docente credenciado no Programa, destacando sempre a participação dos discentes orientados.

Esse programa de Pós-Graduação visa a formação de recursos humanos qualificados, que possuam domínio e aprofundamento de conhecimento em Química e áreas afins, demonstrado através da qualidade das Dissertações de Mestrado e Teses de Doutorado. Neste contexto, cada pós-graduando conta com a orientação de um docente pesquisador, que deverá direcioná-lo, não somente na condução de seu trabalho de pesquisa, como também na escolha do elenco de disciplinas a serem cursadas, na redação final da Dissertação ou Tese e, acima de tudo, incentivando o pós-graduando a redigir e publicar os resultados de sua pesquisa em periódicos especializados e de qualidade, a fim de cumprir as exigências do Programa, bem como dos órgãos de fomento.

Os objetivos específicos do Programa de Pós-Graduação em Química, em nível de Mestrado e de Doutorado, podem ser sintetizados a seguir:

  • formar recursos humanos qualificados, para o exercício do magistério superior e da pesquisa na área de Química;
  • incentivar a pesquisa na área de Química, sobretudo com respeito às temáticas contemporâneas, visando uma melhor integração e cooperação entre as Instituições de Ensino Superior Nacionais e Internacionais, os diversos setores da sociedade e a população em geral;
  • produzir e divulgar os conhecimentos na área de Química, buscando sempre periódicos especializados e de qualidade;
  • intensificar a integração entre os cursos de Graduação e de Pós-Graduação, dando oportunidade aos pós-graduandos de iniciarem suas experiências em co-orientação de alunos de Iniciação Científica (bolsistas ou voluntários), sempre sob a supervisão de seu orientador/pesquisador. Este fato beneficia tanto o aluno de graduação, que recebe uma orientação mais direta e intensiva, quanto o pós-graduando, que tem a possibilidade de iniciar suas experiências em orientação;
  • estimular a articulação/integração entre o ensino, a pesquisa e a extensão, divulgando e aplicando os conhecimentos adquiridos nas pesquisas, em disciplinas de graduação e de pós-graduação e, também, colaborando, sempre que possível, em projetos de extensão universitária;
  • fortalecer, através do Estágio de Docência, a melhoria do ensino do Curso de Graduação em Química (modalidades Bacharelado e Licenciatura), com a participação simultânea em sala de aula, do pós-graduando e do docente responsável pela disciplina;
  • estimular a interação com o setor industrial, colocando o pós-graduando em contato com as necessidades das empresas e indústrias, podendo, inclusive, buscar aplicações para a sua pesquisa;
  • apoiar as ações dos docentes e discentes do PPGQ em atividade do ensino médio, como seminários, oficinas, preparação de material didático, atividades de popularização de ciência, entre outras;
  • receber e apoiar recém-doutores bolsistas DCR (Desenvolvimento Científico Regional), PNPD (Programa Nacional de Pós-Doutorado), e PDJ (Pós-doutoramento Júnior) dentre outras modalidades, contando com suas experiências em áreas carentes de docentes/pesquisadores. Estes pesquisadores podem contribuir em co-orientações de discentes, ministrar disciplinas na graduação e desenvolver suas linhas de pesquisas. Dessa forma, estes pesquisadores, assim como o corpo docente e corpo discente do programa de pós-graduação, têm condições de ampliar seus conhecimentos, além de o corpo docente ter a possibilidade de avaliar futuras contratações destes pesquisadores;
  • Incorporar, ao seu quadro de docentes, professores doutores recém contratados pelo departamento, buscando dar a eles, oportunidade de manter uma boa produtividade científica, ou mesmo construir uma carreira acadêmica voltada para a pesquisa. Para tanto, esses novos pesquisadores são incentivados, em um primeiro momento, a orientar dissertações de mestrado, publicando os resultados obtidos. Também é dada prioridade a esses pesquisadores em projetos institucionais, como PROINFRA, Casadinho, PROCAD, PROEQUIPAMENTOS, etc.;
  • incentivar e apoiar os pesquisadores do programa a submeter projetos de Cooperação Internacional. Dessa forma, esses pesquisadores, assim como seus orientandos, viabilizam, através do intercâmbio internacional, a excelência de nosso programa de pós-graduação.

 

HISTÓRICO

Em construção...

Loading